06:30:00

Uma das coisas mais fascinantes da vida é a fé. Não que exista pouco fascínio em viver, mas se a vida é uma árvore, a fé é sua raiz. Uma raiz bem forte, torna uma árvore inabalável. E a beleza das flores e folhas verdes, contrasta com a discrição da raiz que se mantém escondida embaixo da terra. A fé sem dúvida é a raiz de toda vida.

Você pode perder tudo, mas se perder a fé nunca teve nada. Você pode acreditar em tudo, mas se não tiver fé sua crença será vazia. Você pode ouvir o mundo inteiro, mas se não for capaz de escutar sua fé não chegará a lugar nenhum.

Um único cuidado se faz necessário com a fé: o rótulo. Ninguém pode ser dono da sua fé ou te dizer no que deve acreditar. A fé nasce dentro de você. E ainda que sua família, seu círculo de amigos ou mesmo pessoas próximas tentem plantar uma raiz da fé deles dentro de você, nada substituirá a sua própria crença.

Ainda bem que existe a fé para compensar nossa irracionalidade. Mesmo com toda nossa evolução, somos os únicos seres que, apesar da nossa inteligência, não aprendemos com os erros alheios. Ou seja, ainda que seja ruim, precisamos cometer nossos próprios, únicos e diferentes erros. Na maioria das vezes sabemos que determinada atitude ou escolha, além de não ser a mais apropriada, irá nos trazer consequências ruins. Ainda assim, precisamos errar para "aprender."

Mas tudo nesta vida vem acompanhado de um propósito. Não acredito em acaso. Então, ainda que a imagem mais sublime que temos da fé seja representada pela crença de olhos fechados, por acreditar naquilo que não podemos ver, precisamos fazer nossa parte. Não dá pra colocar uma venda nos olhos e atravessar uma rodovia expressa. 

A beleza da vida se torna mais evidente quando despertamos para os momentos. Não dá pra ser feliz o tempo todo. A vida não foi feita só de amor. Os nossos desejos fazem divisa com os sonhos alheios. 

Nos resta então o conforto de saber que não estamos sós. As pessoas nos deixam, os momentos acabam, a felicidade nem bem virou rotina e a dificuldade já bate à nossa porta novamente. Ainda assim, precisamos acreditar que fazendo nossa parte, com fé alcançaremos nossos objetivos - ou algo próximo e melhor. 

Acordo todos os dias renovando minha fé, equilíbrio e paciência para aceitar que o meu tempo não é o mesmo tempo daquEle em quem acredito. Então, da mesma forma que fecho meus olhos instintivamente nas dificuldades e na dor, confiando ouço um sussurro no meu ouvido que diz:

Deus vai te mostrar o caminho, mas você precisa abrir os olhos!

Alexandre Barreto

Você Vai Gostar de Ler

0 comentários