Sonhos x Desejos

21:15:00

Li algo muito intrigante que traçava uma comparação entre atos e sentimentos. Fica fácil definir o que é um e outro porque podemos avaliar cada dimensão. Então, esbarrei numa entrevista do médico, psiquiatra, psicoterapeuta e escritor Augusto Cury em que ele trata de situações mais interessantes: Sonhos versus Desejos. E afirma:

"Sonhos são projetos de vida. Desejos são intenções superficiais."

O mais incrível nesta observação tão óbvia é que facilmente confundimos o primeiro com o segundo, acabamos metendo os pés pelas mãos e perdendo nossos valores. Então, como separar o joio do trigo?

Mais adiante Cury dá uma dica importante:

"Precisamos de muitos estímulos para termos migalhas de prazer."

Procurando a acepção para Desejo, encontrei no Michaelis o conceito dentro da psicologia que diz o seguinte:

"Desejo: Impulso, acompanhado da imagem da sua satisfação; 

surge quando há demora na satisfação desse impulso."

Algo começa a ficar mais claro agora?

Lembra do que você fez depois que discutiu com seu melhor amigo? Onde foi parar depois do término de uma relação? Como compensou a perda de uma pessoa especial na sua vida? Atendemos nossos desejos para satisfações imediatas. E isso se repete tantas vezes que esquecemos de cuidar de nossos sonhos - e até mesmo de sonhar...!!!

Numa era em que temos tudo para sermos felizes, acabamos utilizando a maioria dos recursos para ficarmos mais tristes. Um bom exemplo disso são as redes sociais que são ótimos lugares para conhecermos pessoas perfeitas que jamais estarão ao nosso lado. E o motivo disso não é o fato delas não existirem, mas sim pelos personagens que criamos tentando ser o que não somos. Um belo dia a realidade chega e esmaga a fantasia criada.

Deixamos de observar cada ser humano como único nessa existência. Ignoramos experiências, vivências, valores e julgamos pessoas como o livro que escolhemos pela capa. Perdemos algumas capacidades nobres da nossa inteligência, dentre elas a de contemplar o belo; fazer muito das pequenas coisas.

Mais um novo dia vem anunciando sua chegada. Faça diferente a partir de agora. Abrace mais, sorria mais, olhe mais para dentro de você. Pratique pequenos - e valiosos - atos para justificar o show de sua existência.

Não permita que tudo aquilo que pode ser comprado justifique o seu prazer. A maioria dos sonhos, aqueles que realmente farão você sorrir, não estão à venda...

Você precisa de muito pouco para ser feliz.
Alexandre Barreto

Você Vai Gostar de Ler

2 comentários