Aprendendo a Dizer "Não."

09:59:00

A vida segue seu caminho natural 
quando aprendemos a dizer "não."
Quantas renúncias fazemos a cada dia quando deixamos de manifestar, claramente, nossa vontade?

Aceitamos quase que naturalmente as escolhas feitas por pessoas próximas, muitas vezes, para sermos "socialmente aceitos": Uma marca de carro, de aparelho celular, uma grife de roupas, um único lugar para se divertir...

Fomos gradualmente programados para fazer parte de um imenso grupo que se move para algum lugar, buscando algo e com um objetivo desconhecido...

A vida pode ser mais! Você precisa aprender a dizer "Não!"

A forma de posicionamento, a clareza de ideias e o jeito como falamos, se esse conjunto de fatores for harmônico, você pode sim, descobrir o que gosta sem ser obrigado a estar em algum lugar, com várias pessoas e sem um motivo específico. Seria algo tão claro como a explicação de Chicó, personagem de "O Auto da Compadecida" que se justificava sempre da mesma forma:

"- Não sei. Só sei que foi assim..."

Então, você percebe que ainda dá tempo de conhecer alguém muito especial e importante na sua vida: Você mesmo! Mas isso só ocorre quando você se permite parar um pouco, escutar um pouco, pensar um pouco e escolher por si mesmo muito mais.

A intensidade da vida não reside na quantidade de bebida ingerida para se entorpecer da dureza cotidiana, nem no volume da música que te impede de falar ou ouvir... A vida tem sua própria velocidade e um padrão único de comportamento para cada um de nós.

Não tenha medo de suas reações solitárias e não tenha receio de olhar para dentro de si mesmo. Você pode começar uma nova vida quando aprender - e apreender - o que realmente tem valor pra você.

Não é necessário o isolamento do mundo ou o abandono da noite com seu grupo. A intenção é tão somente te provocar a dizer "Não" quando for preciso para evitar que sua vida seja um palco repleto de escolhas coletivas no qual você não conseguiu participar daquilo que tinha, realmente, vontade de fazer por desconhecer seus valores.



Você Vai Gostar de Ler

0 comentários