Eu Escolho Agradecer ao Tempo

21:19:00


Ele não é amigo nem inimigo; Não é remédio nem veneno; Não é solução nem problema; Não é pergunta nem resposta...

O Tempo é só um espaço onde escolhi deixar aquilo que não posso controlar.

Nele deixo meus amigos para que amadureçam e meus inimigos para que sigam seu caminho; Permito que ele cure minhas dores e acabe de vez com o que me faz mal; E finalmente confio nele deixando que minhas dúvidas adormeçam e acordem respostas.

Quando eu era pequeno queria que ele corresse, cresci desejando ter seu controle, amadureci percebendo que ele passava rápido demais e hoje acompanho seu ritmo.

O Tempo me mostrou que a ansiedade veste a fantasia de expectativa e acaba virando um fantasma que arrasta uma enorme e pesada corrente. Ele foi o responsável pelas raízes que brotam dos meus pés e pelas asas que elevam minha alma. Só ele poderia me mostrar que a juventude é muito mais legal quando vem acompanhada da responsabilidade dos adultos e a maturidade fica perfeita com a alegria do jovens.

O Tempo é contradição, é bolha de sabão, é um punhado de água na mão - Não dá pra entender, saber pra onde vai ou segurar.

Como uma criança, o homem pensa ter encontrado uma forma de controlar o Tempo. O que ele não percebeu é que apenas aprendeu a contar...

Eu falaria sobre o Tempo a vida inteira, e ainda assim, o assunto não acabaria: Reza a lenda que o Tempo é infinito!

Então, escolho agradecer ao Tempo por tudo que tive e perdi, pelo que conquistei e fui derrotado, pelo que me arrancou sorrisos e lágrimas, por estar aqui.

Obrigado, Tempo! Certamente sou outra pessoa! No início desse texto era um, e agora no final outro. 

Obrigado 2013! Bem vindo 2014! Meu eterno brinde ao Tempo!

Você Vai Gostar de Ler

4 comentários