Carta de Chegada

14:53:00

Não sei bem o que queria te dizer quando deixei esta Carta de Chegada na entrada da minha casa. De qualquer forma vou tentar explicar.

Meu desejo é que você não bata na minha porta quando chegar aqui. E ainda que tenha a intenção de entrar, que siga seu caminho buscando outras alternativas.

Essa carta de chegada é para me proteger de você. Tenho o coração grande, espaçoso e acredito nas pessoas. Precisei escrever esta carta para que você não insista em entrar.

Não pense que sou motivado pelo orgulho ou vaidade, nem pelo fato de não ter sido sua primeira opção. É que sempre acreditei que ser único é um privilégio de poucos. E se o único foi o segundo, quinto ou milésimo, pouco importa: Que seja o último. Isso sim faz todo sentido.

Carrego a esperança de que essa carta fique velha, sem vida, amarela como a cor do sorriso que não te dei. É melhor assim do que constatar que você retornou me considerando uma alternativa novamente.

Não fui a escolha de consenso entre os seus colegas. Talvez tenha sido a opção certa no conselho de alguma amiga de verdade. Mas o conselho ficou preso na garganta porque ela precisava de você para dividirem seus momentos de solidão. Uma solidariedade velada e covarde que é alimentada pelas lamentações do que vocês não realizaram...

Sei que a culpa é minha. Não tenho a alegria do álcool, a plástica das academias, os moldes da religião e nem o status financeiro em forma de bolha de sabão. Carrego a verdade pela coragem de assumir o que sou e quero, e isso é inaceitável no teu mundo. Sei que até hoje você não acredita nos meus sonhos e me considera exagerado: Muito prazer. Você agora pode acreditar lendo esta carta que este sou eu.

Carrego as mais diversas culpas, mas não me julgue pela Carta de Chegada. Ela foi escrita com a tinta da frieza. Um momento de sanidade em que a gente percebe que não pode escrever uma carta de despedida para a pessoa que nunca chegou, ficou e foi embora de verdade. Uma Carta de Despedida a gente escreve com histórias...

Você Vai Gostar de Ler

5 comentários