Frustração

20:23:00

Gostamos muito de falar sobre sucessos, metas e objetivos atingidos.

Mas qual o sentimento da frustração?

O que leva uma pessoa ao caminho da frustração?

Quais são os reais motivos que levam uma pessoa a ter este sentimento ou por que alimentar este caminho?

Existem partes da Filosofia do Sucesso de Napoleon Hill, que diz em alguns momentos: “... Se você pensa que é um malogrado, você se torna como tal.”

Para atingirmos o sucesso, numa porcentagem muito alta, não depende somente de nós. Interagimos o tempo todo com outras pessoas: Pais, cônjuge, filhos, amigos, sócios, parceiros, colaboradores, funcionários, etc., mas quando depositamos muita confiança ou expectativas em uma só pessoa, o risco de nos decepcionar é muito grande e estas decepções podem levar ao caminho do insucesso ou do fracasso, nascendo o sentimento da frustração.

As pessoas não estão neste mundo para satisfazer nossas expectativas, assim como não estamos aqui para satisfazer as delas. Muito menos queremos que compartilhem do nosso caminho ou vice versa.

O ser humano é uma caixa de surpresas.

Tudo em nossa volta nos estimula a pensar em várias coisas ao mesmo tempo.

Agora, um fato: O que normalmente esquecemos é de que também as pessoas que estão ao nosso lado são alimentados de vários pensamentos, vários estímulos externos, que negamos. Negamos a possibilidade de serem diferentes dos nossos próprios pensamentos. Queremos que as pessoas que estão ao nosso lado estejam sempre pensando como nós por uma necessidade de ego ou valorizar as vivências que tivemos no passado, e que num piscar de olhos podemos colocar tudo a perder por não aceitar ouvir dos outros o que não temos estomago para digerir, uma mera projeção.

“... se você fizer as coisas pela metade, você será um fracassado.”

Lembrarmos que nem sempre fazemos ou ouvimos o que gostamos, mas nos neutralizar para atingirmos o sucesso tem que ser uma meta pessoal.

Quando estivermos com alguém, precisamos estar cientes de que estamos juntos porque gostamos, porque queremos e nos sentimos bem - nunca por precisar de alguém - mas lembrar que este alguém junto conosco pode somar e levar ao caminho tão sonhado. As pessoas não se precisam. Elas se completam não por serem metades, mas por serem inteiras, dispostas a dividir objetivos comuns, alegrias e a própria vida.

Nunca se abandone.

Nunca deixe que os outros façam por você o que você precisa fazer, pois os resultados somente você os conhece.

“... A luta pela vida, nem sempre é vantajosa aos fortes, nem aos espertos. Mais cedo ou mais tarde quem cativa a vitória é aquele que crê plenamente, e sabe dentro de si: Se eu fizer por onde, eu conseguirei!”

Tenho ciência que o caminho é nós que o criamos.

Ouvi dizer uma vez que a vida sempre nos dá o "não". Para conseguirmos o "sim", precisamos fazer nossa parte e merecermos.

Não venha dizer mais tarde que não teve sucesso por isto ou por aquilo, pois somente você sabe o caminho.

Qual a sua escolha, sucesso ou frustração?

Você Vai Gostar de Ler

0 comentários