Perdas do Nosso Outono

09:05:00

Hoje é o primeiro dia do outono, dia que marca o fim do verão. Tempo de se preparar para a mudança nas folhas das árvores, trocam o verde pelo amarelo e se preparam para cair. Uma preparação silenciosa pro inverno que se aproxima e a despedida oficial do verão que nos aqueceu.

Algumas árvores nesta época perdem todas as suas folhas. Deixam pelo chão toda a beleza que um dia sustentavam. E se preparam para um grande período de seca. Impossível não lembrar que em pouco tempo o frio do inverno baterá à nossa porta.

Todos nós temos nossos outonos. Todos perdemos nosso brilho, nosso viço, nossa beleza. Algumas vezes perdemos de dentro pra fora, mas em outras, de fora pra dentro. 

Nossos outonos são tão necessários quanto qualquer outra estação feliz como a primavera ou o verão. Nele, a vida começa a se renovar. A beleza da perda descansa na certeza da renovação da vida, porque em algum tempo nossas árvores voltarão a florescer novamente. Outono não é morte, é transição, assim também precisam ser nossas estações.

Entender que nossas folhas caem e o inverno se aproxima, só faz sentido quando olhamos mais pra frente: Quando mesmo não lembrando com clareza, um dia a primavera chega anunciando um verão próximo.

O segredo reside em não se entristecer com as perdas de nossas folhas, não se deixar abater com algo que é passageiro e pensar nessa estação - ou fase - como momento de preparação: Hoje atravesso o outono e perco, e a única coisa que posso fazer é esperar a travessia do inverno para estar pronto e agradecer na chegada da nova primavera.

A vida nos ensina que não temos como reverter nossas perdas. Uma árvore não se preocupa com as folhas que caem, mas com a profundidade de suas raízes que a sustentam na terra.

As árvores não perdem suas folhas em vão. Ainda assim, as perdas são necessárias. As folhas que caem, antes partes da árvore, serão agora adubo para a terra e de alguma forma renascerão como árvores.

Tudo que perdemos um dia volta para nos fortalecer. Muitas vezes diferente da forma que esperamos, mas na forma exata do que precisamos.

Assim acontece com o Amor: O amor que um dia nosso coração perde, traz também a dor que aos poucos nos fortalece.

Viver é aprender a perder...



Você Vai Gostar de Ler

0 comentários