Qual Seu Signo?

17:43:00

Hoje fui surpreendido com a brincadeira de uma amiga que me atribuiu valores nada agradáveis: Egoísta e Mesquinho. Você então deve estar pensando que tipo de “brincadeira” sem graça foi essa e como uma amiga faria isso. Então respondo: Foi a análise do perfil do meu signo! Claro que todos os outros signos eram do bem e sobrou para o meu fazer o papel de vilão. Coisas da vida...


Aposto que você está tentando descobrir qual o meu signo pra saber se está no mesmo barco que eu. Então vou facilitar para que você continue essa leitura menos angustiado: Meu signo é Ser Feliz!

Quem me conhece sabe que não acredito em signos. Acredito que o ser humano nasce sem qualquer marca ou tendência, e que o meio, as escolhas e as companhias esculpem nossa personalidade. A forma como registramos nossas experiências definirão o quanto suportaremos. Nossas escolhas serão primordiais para apontarmos o que levaremos de bagagem durante a vida.

O grupo que você escolhe diz muito sobre você, e como diria minha vó “diga-me com quem andas e te direi quem és.” Já tive a oportunidade de ver pessoas tristes com muito, e pessoas felizes com pouco. Uma matemática difícil de explicar, mas muito fácil de entender.

Poucos de nós percebemos que nossas escolhas devem ser feitas em níveis mais profundos. Não adianta você optar por ser uma pessoa melhor só hoje. Pouco vai mudar se você decide desculpar um vacilo de alguém próximo porque está de bom humor. Não vai fazer diferença nenhuma você optar por ficar animado na sexta-feira às 18h00min depois de uma semana tensa, e viver sua segunda-feira inteira reclamando.

Nossas escolhas têm que atingir as raízes de nossas relações. Elas têm que surgir da nossa vontade de perceber aquilo que nos influencia diretamente. Precisamos ser honestos com o que nos faz bem, e não simplesmente entrarmos no grupo da moda. A moda passa, a felicidade não.

Pode parecer uma pergunta idiota, mas você já parou pra pensar naquilo que tem feito você rir ultimamente? Qual a motivação da sua felicidade? A derrota alheia motiva o seu sorriso? A tristeza dos seus inimigos tem motivado a sua alegria?

Costumo dizer que a grande sacada da vida é saber sorrir. Isso mesmo! Pode parecer estranho, mas se olharmos bem vamos encontrar pessoas que se divertem daquilo que deixa os outros infelizes ou são motivadas pelo entorpecimento provocado pela bebida ou drogas... E aí a vida passa, nos tornamos duros e ao olharmos pra trás percebemos que o tempo passou... E só...

Renato Russo em seu desabafo na triste letra de A Via Láctea traduziu bem o que quero dizer, quando escreveu:

Queria ser como os outros e rir das desgraças da vida, ou fingir estar sempre bem;
Ver a leveza das coisas com humor...


Então, não deixe que um signo defina quem você é – ou quer ser. Não permita que alguém lhe diga até onde pode ir. Finalmente, não seja um ser limitado. Você não nasceu para ter limites!

Alexandre Barreto

Você Vai Gostar de Ler

1 comentários